Resíduos de construção e pneus usados são transformados em “tijolo sustentável”

08/11/2018 04:11:16

O descarte incorreto de resíduos gerados em ambientes urbanos atinge contornos preocupantes para a saúde humana e o meio ambiente. Pensando nisso, um grupo de alunos do Colégio Sesi, de Araucária (PR), criou o projeto de um tijolo ecológico.

Com estética semelhante a de um tijolo tradicional, ele foi desenvolvido a partir de resíduos sólidos, água, bórax, cola animal (resíduo de cartilagem animal), borracha de pneu triturada e detritos de construção transformados em areia reciclada.

“Nosso projeto tem como objetivo a produção de uma alternativa ao tijolo com características de isolamento acústico, térmico, e um alto teor de resistência”, conta Leonardo da Silveira, um dos criadores do projeto. Ao final dos testes foi produzido um bloco resistente com capacidade de isolamento acústico e térmico. Outros testes ainda serão realizados para comprovar outras propriedades do material.

E o projeto tem tudo para ser uma boa alternativa sustentável. Os pneus, por exemplo, são utilizados diariamente e, com este tijolo, pode ganhar uma destinação correta. “Fomos em uma empresa que recicla esse material, e eles pegam os resíduos e reestruturam ele, retirando pregos, madeira e porcelana. Depois jogam esse material em uma máquina e se transforma em novos materiais”, comenta Ygor Chagas.

De acordo com os dados da Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip) no Brasil, pelo menos 450 mil toneladas de pneus são descartadas por ano. Segundo a Green BuildingConcil Brasil, a construção civil é responsável por 1/3 dos gases lançados na atmosfera, o que torna o setor um dos mais poluentes do planeta.